WORKSHOP

Psicanálise

Quais os passos para começar na carreira psicanalítica? Nessa série o prof. Luís Henrique Novaes trata em detalhes desse processo. Acompanhe conosco!

1.logo Programa Psicanálise
youtube-video-thumbnail

Aula 1

O 1º Pilar da Formação Psicanalítica

Nesta primeira vídeo-aula do Workshop de Psicanálise, são apresentados aspectos essenciais do ofício psicanalítico e o 1º Pilar da Formação, explicitando as etapas que o compõe e a dinâmica pela qual ocorre.

45 comentários em “Workshop de Psicanálise | Aula 1”

  1. para se tornar psicanalista precisa ter preparo , crescimento pessoal como pessoa , a leitura sempre ajuda na formação e procurar um bom curso .

    1. Rosiane Silva Santos Canavarro

      Muito bom saber que não precisa mais de formação em medicina ou psicologia para fazer atendimento psicanalista. Claro que ter conhecimento na área e preparo é de suma importância.

    1. Essa primeira aula trouxe bastante esclarecimento sobre a formação necessária,tanto antes quanto depois do curso e também do conhecimento teórico na importância de clinicar.
      Parabéns 👏👏

  2. Walter Garcez Filho

    Excelente Apresentação, que alimentou meu desejo de autoconhecimento.
    Estou me preparando para ser um “Educador Social” e toda esta via apresentada me aguça
    a vontade ter a psicanálise como instrumento.

  3. Ana Marillia de Souza

    O psicanalista precisa ter conhecimento externo mas, acima de tudo precisa ter um autoconhecimento aprimorado para alcançar o sucesso. Como ajudar o outro a se conhecer, se não conhecer nem a si próprio?!

  4. Maria Helena de Sousa Lima

    Olá. Esse conhecimento sobre psicanálise, se tornar um psicanalista me abriu bastante a mente o sentido da prática. Acho importante o auto análise pessoal, até precisamos nos conhecer para tentar trabalhar e conhecer o outro.

  5. A Psicanálise me fascina. O professor é muito bom. Acredito que a Psicanálise veio tanto pro auto conhecimento como pra orientar outros a conviver com conflitos, dores, traumas e angustias. O processo é lento, mas muito enriquecedor.

  6. Na abordagem da clinica em psicanalise um elemento essencial que o psicanalista deve prestar bastante atencao com o paciente ê o Rapport, uma acolhida necessaria para a pessoa que chega fragilizada.

    1. Mileni de Cassia Oliveira Amador

      Excelente curso. Uma temática que deve abranger a área educacional também, devido algumas mudanças de comportamento tanto de profissionais quanto de estudantes.

  7. Osvaldo Ferreira dos Santos Filho

    Parabéns, ao Instituto Esfera, ao Dr. Luiz Henrique, por essa excelente aula, o 1 pilar da formação psicanalítica. Entretanto, eu, particularmente, estou me beneficiando muito com o conhecimento psicanalítico e pretendo fazer psicanálise clinica também com vocês. Obrigado Callil, pela oportunidade.

  8. Osvaldo ferreira dos Santos filho

    Parabéns, ao Instituto Esfera ao Dr. Luiz Henrique, por essa excelente aula, o 1 Pilar da formação pisicanalitica. Entretanto, eu, particular mente estou me beneficiando muito com o conhecimento pisicanalitico e pretendo fazer pisicanalise clínica também com vocês. Muito obrigado Callil pela oportunidade.

  9. Em um mundo cada vez mais dinâmico que contribui e potencializa nossas angústias, vejo na psicanálise um método eficiente no processo de reestruturação do equilíbrio psicodinâmico, capaz de auxiliar e melhor capacitar o indivíduo à enfrentar seus desafios.

  10. Ana da Consolação de Oliveira

    Estou aprendendo muito com este curso, sempre tive curiosidade em diferenciar: ID, ego, superego. Acabo por confundir o papel de cada um em nossa mente.

  11. Marcia Maria da SILVA

    Boa tarde, tudo bem? Assistindo as aulas tenho certeza que iremos tirar algumas dúvidas , e estudar um pouquinho sobre o ser humano é muito prazeroso, pois ao longo de nossas vidas vamos percebendo o quanto isso é muito importante para nosso auto conhecimento.

  12. Marcia Maria da SILVA

    Boa tarde, tudo bem?
    iniciando o worshop , muito bom sempre quando temos a oportunidade de aprender um pouquinho sobre a profissão de ser psicanalista , e hoje , mais do que nunca estamos precisando ser ouvidos e também aprendermos a nos enxergar e a nos ver diante dos nossos conflitos internos .

  13. Nilmara Emanoela Gomes

    Uma das questões mais importantes na minha percepção é a democratização de acesso ao conteúdo e ao ofício. Entendo a importância do estudo sistematizado e valorizo a necessidade do mesmo, porém temos no momento uma conexão mais próxima de cursos como este.

  14. Cynthia Rúbia Braga Gontijo

    Olá!
    Gostei muito desta primeira videoaula do “Workshop” e do curso “Introdução á Psicanálise”. Realmente, só mesmo este sistema Capitalista para decretar a “morte de Freud”. Além da sua contribuição para a compreensão da mente humana, ele, com o seu método psicanalítico, revolucionou os paradigmas científicos, especialmente, no campo das Ciências Humanas.
    Abraços, Cynthia.

  15. O processo do tripé na formação do psicanalista, incluindo a análise pessoal, o estudo teórico intensivo e a supervisão clínica, não apenas capacita o estudante a tratar outros, mas influencia a maneira como ele compreende a si mesmo, sua própria psique e sua própria jornada pessoal de autodescoberta ao longo do caminho da formação psicanalítica. O processo é incrivelmente lindo! Amando acompanhar o workshop.

  16. A aula foi bastante enriquecedora, trouxe esclarecimentos sobre algumas questões acerca do ofício e da formação. Realmente, a necessidade de profissionais nesta área tem aumentado nos últimos anos. Acredito que a tendência é crescer, considerando o aumento do número de casos de distúrbios mentais e emocionais. Grata à equipe pelas informações.

  17. Desperto curiosidade para esse conhecimento. Entendo que Psicanálise é uma formação que implica transformações pessoais. O auto conhecimento é um começo para muitas aprendizagens. Não sei se é possível pedir recomendações de inicio de leituras. Agradeço essa oportunidade.

  18. Micheline Silva Xavier

    Estou com muitas dúvidas, sempre pensei em fazer psicologia e acabei me formando em direito por diversas razões. Hoje, aos 50 anos conheci a psicanálise, faço análise e estou muito motivada a fazer o curso de formação psicanalítica. Em minha cidade há cursos presenciais, mas gostei muito do conteúdo programático e organização de vosso curso. Me interessei pela introdução para ter mais elementos e conhecer melhor.

  19. Diversos pontos do vídeo me remeteram a transferência entre analisado e analisando, e a autoanalise é essencial pra que isso seja considerado e utilizado da melhor forma para benefício do tratamento. Estou ansiosa para o segundo vídeo.
    Interessante pensar na relevância de consideramos cada um daqueles que não deixou as teorias de Freud morrerem com ele, mesmo aqueles que divergiram de suas ideias em alguns aspectos.

  20. Luciano José Alvarenga

    As exposições do Dr. Luís são claras e tocam nos aspectos essenciais do assunto. Particularmente nesta primeira aula, apreciei o relato dele sobre os seus primeiros anos de estudo: as dificuldades em São Paulo, a dedicação, o que o levou à Psicanálise e à análise pessoal.

  21. A preparação teórica realmente foi facilitada pela disponibilidade dos textos; alias, agradeço o link dos textos de Freud que nos enviaram. Fiquei muito surpreendido com o material disponível.

  22. Parabéns, professor Luís, por dar o merecido valor àquele que trouxe à luz os mistérios do aparelho psíquico. É preciso conhecer a si e entender o outro para transformar vidas e relações.

  23. Excelente vídeo esclarecedor do primeiro pilar para se tornar um psicanalista.
    Sou iniciante nessa área e os vídeos do Prof. Callil me incentivam cada vez mais a buscar conhecimentos para uma auto-análise e transformações pessoais.

  24. ROSIANE SILVA SANTOS CANAVARRO.

    Importante esse movimento de autoconhecimento e de propor mais visibilidade a cursos de psicanálise. Ainda mais agora não sendo obrigatório ser médico para poder atuar neste campo de conhecimentos.

  25. Parabenizo Dr.Luís Henrique Novaes e equipe pela persistência e competência nos estudos, prática e divulgação do curso em psicanálise.
    Acredito que deva ter sido muito difícil da introdução desta formação no Brasil, considerando a dificuldade que o próprio Freud teve do reconhecimento na Europa.
    Da mesma forma, como profissional da área da saúde, Terapeuta Ocupacional há 38 anos, acredito que muito irá significar na minha formação o aprofundamento da psicanálise, como também, quando possível, ajudar o outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *